segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

O HOMEM NO MUNDO


"Sois chamados a estar em contato com espíritos de naturezas diferentes, de caracteres opostos: não choqueis a nenhum daqueles com quem estiverdes." (Evangelho Segundo o Espiritismo, p. 241).
           Quando pensamos em relacionamento humano e comparamos com estas palavras do Evangelho, ficamos pensando em como é possível conviver com as pessoas e não chocá-las em nenhum momento?
            Convivemos com pessoas diversas, vindas de lares com formas de educação também diversas, com ideias e vivências que muitas vezes diferem do nosso modo de viver. Apenas o fato de serem divergentes não significa necessariamente dificuldades em conviver. A forma como as ideias são colocadas, a tolerância quanto às diferenças, essas sim podem facilitar ou dificultar o convívio.
            É importante trabalhar o nosso olhar sobre o outro. Entender que ele vive outro momento, outro nível de maturidade, outra forma de enxergar a vida.
            Vale escutar, tentar compreender o que move aquele tipo de pensamento, a origem dele, a história do sujeito que os produziu.
           E se você não receber de volta essa mesma compreensão, é não levar isso tão a sério, não se deixar magoar por não ser compreendido. Aguardar, porque como tudo evolui, um dia a humanidade será capaz de conviver sem denegrir, sem afrontar, sem impor suas ideias. Vamos começar nos trabalhando e o restante será acréscimo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário