quinta-feira, 17 de maio de 2012

OS TRÊS PORQUINHOS

Era uma vez, três porquinhos: um que se chamava Palhaço, outro que se chamava Palito e outro que se chamava Pedrito. Palhaço e Palito eram muuuuuuuuiiiiiito preguiçosos e só que riam brincar e cantar. Quando estavam brincando e cantando, o irmão mais velho, Pedrito, chamou-os e disse-lhes que precisavam construir suas casas porque o Lobo Mau poderia aparecer por lá.
Palhaço, muito preguiçoso, logo disse que ia construir sua casa de palha (vendo um pouco de palha ali mesmo, bem pertinho). Palito, disse que faria sua casa de pau (vendo uma porção de pedaços de pau ali no quintal). Já Pedrito, disse que faria sua casa de pedra.
Palhaço e Palito, construíram suas casas rapidamente, pois queriam brincar e cantar. Pedrito, demorou...demorou...demorou...
De repente, quando Palhaço e Palito estavam brincando (na rua que não passa carro)Trá,lá lá lá,lá,lá....avistaram, lá longe, o Lobo Mau chegando.
Avisaram ao Pedrito, que acabara de fazer sua casa, e cada um foi para suas casinhas e trancaram as portas. Ficaram lá dentro, caladinhos, morrendo de medo, esperando que o Lobo fosse embora sem perturbá-los.
Mas, passado algum tempo, o Lobo Mau bate na porta do Palhaço, disfarçado, tentando enganá-lo: Toc, toc,toc.
_Quem bate? Quem está aí fora? Perguntou Palhaço.
_Sou eu, uma pobre ovelhinha indefesa!
Palhaço logo pensou: coitada da ovelhinha, vou abrir a porta para ela. Mas, e se for o Lobo querendo me enganar? E resolveu olhar pelo buraco da parede de palha e viu uma barriga enorme, feia, peluda, preta, cheia de poeira e de mosquito, com um umbigo "deste tamanho!!!" . Logo ele viu que era a barriga do lobo. Aí ele disse:
_Não abro, não abro, seu lobo bobo!
O Lobo então, deu uma gargalhada e disse:
_Não tem problema, vou soprar sua casa e ela vai voar pelos ares. Encheu o peito de ar e soprou com força. Na mesma hora, a casa de palha, que era muito fraquinha, voou pelos ares. Palhaço, que não era bobo, saiu correndo para a casa de Palito. Ficaram então, trancados lá dentro, esperando que o Lobo fosse embora sem perturbá-los.
Mas, passado algum tempo, o Lobo Mau bate na porta do Palito, disfarçado, tentando enganá-los: Toc, toc,toc. _Quem bate? Quem está aí fora? Perguntou Palito. _Sou eu, um vendedor de escovas do Bem 10!
Palhaço logo pensou: eu quero, eu quero uma escova do Bem 10. Mas, e se for o Lobo querendo nos enganar? E resolveram olhar por debaixo da porta e viram um pé enorme, feio, peludo, preto, cheio de poeira e de mosquito, com umas unhas "deste tamanho!!!" . Logo eles viram que era o pé do lobo. Aí o Palito disse:
_Não abro, não abro, seu lobo bobo!
O Lobo então, deu uma gargalhada e disse:
_Não tem problema, vou soprar sua casa e ela vai voar pelos ares, assim como eu fiz com a casa do Palhaço. Encheu o peito de ar e soprou com força.
Na mesma hora, a casa de pau, que era muito fraquinha, voou pelos ares.
Palhaço e Palito, que não são bobos, saíram correndo e foram para a casa de Pedrito. Ficaram então, trancados lá dentro, esperando que o Lobo fosse embora sem perturbá-los.
Mas, passado algum tempo, o Lobo Mau bate na porta do Pedrito, disfarçado, tentando enganá-los: Toc, toc,toc.
_Quem bate? Quem está aí fora? Perguntou Pedrito.
_Abram a porta, meus filhinhos, é a Mamãe!
Palhaço e Palito, logo pensaram: eu quero, eu quero a Mamãe. Mas, e se for o Lobo querendo nos enganar? E resolveram olhar pelo buraco da fechadura da porta e viram um rabo enorme, feio, peludo, preto, cheio de poeira e de mosquito, "deste tamanho!!!" . Logo eles viram que não era a Mamãe, era o rabo do lobo. Aí o Pedrito disse:
_Não abro,não abro, seu lobo bobo!
O Lobo então, deu uma gargalhada e disse:
_Não tem problema, vou soprar sua casa e ela vai voar pelos ares, assim como eu fiz com a casa do Palhaço e do Palito. Pedrito então, disse:
_Duvido!
O Lobo, todo confiante, encheu o peito de ar e soprou com força, soprou, soprou, soprou... e nada! A casa nem se mexia.
Ele ficou muito cansado, com a língua de fora, de tanto soprar e foi descansar um pouco e tomar água para se recuperar.
Os porquinhos ficaram felizes, pensando que o Lobo havia desistido, mas, qual nada! Ele estava planejando outra maneira de entrar na casa.
De repente, os porquinhos escutaram um barulho em cima da casa. Era o Lobo Mau no telhado, querendo entrar pela chaminé.
Só que, Pedrito havia colocado um caldeirão de água para ferver, para fazer uma gostosa sopa e a água estava bem quente. O Lobo Mau entrou pela chaminé, queimou o rabo na água quente e saiu correndo para esfriá-lo no rio bem próximo dali.
Ficou om bom tempo dentro da água e foi embora para a floresta sem querer saber de porquinhos.
Os três porquinhos saíram da casa de pedra, felizes e foram brincar e cantar (na rua que não passa carro) Trá,lá lá lá,lá,lá....
(Esta é a versão que conto para meus netos _ Magda)
(Desconheço os créditos da imagens)

5 comentários:

  1. amei a versão da historia e resolvi trabalhar com ela uma sequencia didática com meus alunos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal, Rosilei! Fico feliz. Obrigada pela visita.

      Excluir
    2. Rosilei vc tem o projeto que vc trabalhou. Gostaria tb de usa-lo

      Excluir
  2. Gostaria de saber o autor/autora do texto.
    Obrigada

    ResponderExcluir
  3. Obrigada pela contribuição Inspiradora!

    ResponderExcluir