quinta-feira, 22 de março de 2012

PARA MINHA MÃE, ANTONIETA

Mãe,
Maior símbolo de amor puro nesta Terra! Presente divino, Daquele que é bondade. Mesmo quando não somos merecedores, ainda assim, temos mãe. Triste de quem não pode desfrutar de tamanho presente... dos braços abertos para o acolhimento nos momentos difíceis, sorriso companheiro nos lampejos de alegria, dos atos de doar sem receber em troca, da preocupação calada_ mesmo com aqueles que já tomaram rumo na vida, da comidinha gostosa com sabor de dedicação, dos lanches caprichados aos domingos, dos presentes fora de hora, das visitas de beija-flor...
e mais... e mais... e mais...
Obrigada, é pouco para representar os nossos sentimentos diante do que você merece! A amamos muito_ sem a grandeza do seu amor de mãe, mas, com a pequenez do amor de filha_ que é o que sabemos doar. Seus netos, bisnetos, também a admiram, amam e respeitam. Agora, como avó, percebo novamente o poder do amor e da dor que às vezes isso representa.
Magda

Nenhum comentário:

Postar um comentário